segunda-feira, agosto 29, 2011

É preciso saber esperar

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu." Eclesiastes 3:1


Às vezes nos perdemos pelo caminho. A pressa, a motivação errada, a busca pela realização de sonhos por nós mesmos nos levam a tomar decisões equivocadas. Mas como saber o caminho correto? A resposta para todas as nossas dúvidas nos foi dada pelo Pai. Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14:6). A Bíblia diz que enganoso é o coração do homem. E como todo o conteúdo dela, a afirmação está correta.

Somos imediatistas. Queremos tudo agora. Queremos a realização e satisfação em nossos corações no momento em que pensamos. Às vezes tomamos caminhos que mudam o rumo de nossas vidas para sempre, simplesmente por teimosia. Trocamos um futuro brilhante, que sequer conseguimos imaginar, pela satisfação no agora, no hoje. Não compreendemos que Jesus quer nos preparar para nos entregar a bênção. Deixamos escapar de nossas mãos os planos que nasceram no coração de Deus para nossa vida e que, com certeza são infinitamente melhores do que os nossos próprios planos, porque somos teimosos, desobedientes, imediatos, e tomamos o caminho errado.


A placa é clara! A sinalização é objetiva! Mas insistimos em querer saber mais do que o que é óbvio aos nossos olhos. Não queremos esperar. Queremos apenas a satisfação em nossas vidas. E erramos. Não conseguimos admitir que sem Deus não somos absolutamente nada. Nos esquecemos que “… abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:12). Nos esquecemos que fomos criados exclusivamente para a glória de Deus. Ele não precisa de nós para ser glorificado, mas por amor e misericórdia nos criou.


A resposta para todas as questões e dúvidas dos nossos corações? Simples: CONFIE EM JESUS! Apenas, CONFIE EM JESUS!

Jesus te abençoe!

segunda-feira, agosto 22, 2011

Ide - 2011

Há alguns dias publiquei o testemunho da Aline, sobre a ida dos missinários voluntários à comunidade de Curuai, com a Missão Asas de Socorro. Agora divido com vocês um pouco do que eles viveram lá. Esse vídeo foi produzido pelo Gustavo Lemos Freitas, diácono da Primeira Igreja Presbiteriana em Divinópolis, com fotos feitas durante o tempo em que eles estiveram na comunidade. 

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho à toda criatura." 

video

Jesus abençoe vocês!

sexta-feira, agosto 12, 2011

Pintinhos

Imagem: Google

"Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados." (1Pe 2.24)

Quando eu era criança, participava do culto infantil na minha comunidade. Uma história me marcou de maneira especial. Ela falava a respeito a uma galinha que estava com os seus pintinhos numa mata com muitas folhas secas. Uma pessoa passou por aquele lugar e colocou fogo em algumas folhas. As chamas logo se espalharam e incendiaram tudo. 


A galinha, muito assustada, quis guiar seus filhotes para um lugar seguro, mas pelo fato de eles serem muito pequenos não conseguiram seguir sua mãe. A galinha, vendo-se cercada pelo fogo, reuniu todos os seus filhotes debaixo das suas asas enquanto o fogo tomava conta do ambiente.


Pouco tempo depois passou alguém por aquele lugar e viu aquela cena estranha, uma galinha morta queimada pelo fogo. Sua surpresa foi muito grande que ao ver que debaixo dela estavam diversos pintinhos que não haviam sofrido queimadura alguma.

Não sei se esta história é real. Contudo, ela nos serve de ilustração para aquilo que Jesus Cristo fez por mim e por você, quando na cruz morreu pelos nossos pecados. Jesus morreu a nossa morte para que nós pudéssemos ter vida plena (Jo 10.10).

O que vamos fazer com a vida que Cristo conquistou para nós é decisão nossa. Conforme vimos na leitura de hoje, é possível rejeitar aquilo que Jesus Cristo nos oferece. Mas como é feliz aquele que consegue enxergar o grande amor de Jesus e corre para debaixo das suas "asas". Como você tem se posicionado diante do amor de Jesus? Lembre-se: "Não há salvação em nenhum outro, pois debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (At 4.12)

(Texto de Marcos Passig, Palmitos, SC. Extraído do livro Pão Diário número 14)

quarta-feira, agosto 10, 2011

Ide: eu fui!

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.”
(Mateus 28:18-20)

Imagem: Arquivo Pessoal


Aline Lima Ferreira*

Este é o meu sexto ano como voluntária em Asas de Socorro por meio do projeto “IDE”. Realizado todo mês de julho, o projeto abre portas para aqueles que desejam ser voluntários durante as férias, por 10 dias. Este foi o segundo ano em Santarém do Pará.

Meu marido e eu somos responsáveis pela equipe infantil, que este ano foi separada para dar assistência as crianças em quatro comunidades da cidade de Curuai. Ficamos muito tristes com o que vimos: um povo esquecido pelos homens, mas não por Deus, por isso fomos enviados para esses lugares. Cada comunidade recebeu assistência médica, dentária e, também, ouviram da Palavra por meio dos evangelistas. Tivemos a oportunidade de realizar um trabalho com as crianças, com histórias, cânticos, trabalhos manuais, brincadeiras e com lanche.

Visitamos comunidades em que a refeição só é servida uma vez por dia. Vimos meninas entre 12 e 17 anos com filhos e, em muitos casos, relacionamentos entre os próprios primos. O mínimo de filhos que encontramos, por casa, é em torno de seis.

Nesses 10 dias que passamos por lá, sempre me vinha à memória “os campos estão brancos, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos”. As Bíblias que foram levadas não foram suficientes, pois o povo está sedento da Palavra. Alguns evangelistas tiveram que doar as suas próprias Bíblias.

Peço que fiquemos em oração para que as igrejas locais continuem a obra e consigam dar assistência a esse povo. E também pela organização Asas de Socorro. O trabalho deles é contínuo, e a luta é de todos nós!
  
*Aline Lima Ferreira é confeiteira, missionária, voluntária em Asas de Socorro, nascida em lar evangélico. Aceitou Jesus como Senhor aos oito anos. É membro da Primeira Igreja Presbiteriana de Divinópolis há 18 anos. 

terça-feira, agosto 09, 2011

"Pai, começa o começo?"




Recebi esse texto, por e-mail, da minha amiga, Estella. Gostei e estou dividindo com vocês.

“Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.

Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.

Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis. Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.

Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus: “Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.

Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou encontraremos pela frente neste ano. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: ‘Pai, começa o começo’.”
 
Autor desconhecido  

quarta-feira, agosto 03, 2011

Motivo de oração

Foto: Portal Terra

O motivo desse post hoje é um só: pedir a todos que acessam o blog que orem pelas pessoas que estão sofrendo com a seca e as condições subumanas na África. A população da região conhecida como “Chifre da África” (Etiópia, Somália, Quênia, Uganda e Djibuti) está enfrentando a pior seca em 60 anos. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) essa é a “maior crise de alimentos da atualidade".

E o que é pior: previsões mostram que, pelo menos até 2012, a situação não deverá passar por mudanças, o que significa que as dificuldades e o sofrimento vivido por essas pessoas irão continuar.

A ONU pediu uma mobilização internacional que permita evitar uma nova crise humanitária. Além de adultos, homens e mulheres, a taxa de desnutrição infantil alcançou 30% em alguns lugares, o dobro do nível de emergência estabelecido pela ONU, que teme que a situação piore ainda mais.

As fotos e notícias recentes nos levam – ou, pelo menos, deveriam nos levar – a uma reflexão sobre nossas próprias vidas. Além de ver o quanto temos abundância de graça, e infinitos motivos para agradecer a Deus todos os dias, devemos pensar no que temos feito pelo nosso próximo. Afinal, para o que fomos criados, senão para servir e para honrar o nome de Jesus?

Vamos nos lembrar dessas pessoas em nossas orações, dedicar pelo menos um pouco do nosso tempo intercedendo por essas vidas a Jesus. Refletir sobre as motivações que podem gerar uma situação como essa e orar, orar sem cessar!  

O que faria Jesus diante dessas notícias? 

Refugiada idosa aguarda para receber comida dentro de um centro de distribuição de alimentos em Dadaab, no Quênia. O local foi projetado para receber 90 mil pessoas, mas mais de 440 mil estão lá atualmente. A maioria vinda da Somália, um dos países que mais sofre com a pior seca dos últimos 60 anos na região conhecida como Chifre da África. 


Adam Ibrahim, um menino de 5 anos com desnutrição grave, descansa em uma tenda no campo Badbado, na Somália.


Mulher cuida de seus filhos desnutridos, no campo de refugiados Badbado, perto de Mogadíscio.  


Subnutrida, menina é atendida no hospital Banadir, em Mogadíscio. A ONU alertou que a fome deve se espalhar por todo o sul da Somália, fazendo com que dezenas de milhares busquem comida na capital.  


 Menina subnutrida descansa em uma tenda no sul de Mogadíscio, na Somália


As fotos e as informações contidas nas respectivas legendas foram retiradas do Portal Terra.