quarta-feira, abril 29, 2009

Estudo da Bíblia: novas dicas



Há algumas semanas, publiquei um artigo do Pastor Mauro Clark, em que ele discorria sobre a diferença entre leitura e estudo bíblico. De acordo com o texto do pastor, a simples leitura das Escrituras não permite um maior aprofundamento nas doutrinas, o que deve ser adquirido com um estudo sério e dedicado.

Como não poderia deixar de ser, publico agora a continuação deste artigo, onde recebemos valiosas novas sugestões para o melhor aproveitamento do Estudo Bíblico.

1) Sempre tenha em mente que a Bíblia é a Palavra de Deus. (2Tm 3.16 e 2Pe 1.20-21). Na prática isso significa que a Bíblia não contém erros. O próprio Senhor Jesus disse que "a Escritura não pode falhar" (Jo 10.35b). O que não falha é infalível!


2) Trate com respeito e cuidado as dificuldades contidas na Bíblia. O fato de haver passagens difíceis de explicar, não é motivo para que se desconfie da Bíblia e muito menos para que qualquer um dê a interpretação que bem entender. Para quem estuda a Palavra de Deus com afinco, certas passagens, antes incompreensíveis, vão sendo naturalmente absorvidas e aceitas pela mente e pelo espírito. Quanto a trechos que insistem em permanecer sem clara compreensão, não devem ser motivo de frustração. Ao contrário, a incapacidade de alcançá-los deve ser revertida para a glória de Deus, numa atitude de fé e serenidade, do tipo: "Senhor, eu não consigo compreender bem isso, mas Tu entendes e, para mim, isso é suficiente. Louvado sejas Tu".

3) Bons livros de teologia e comentários são extremamente úteis, eu diria até indispensáveis. Mas, cuidado, pode se tratar de "faca de dois gumes". Se contiverem ensinos errados e visões distorcidas, esses livros serão muito nocivos. Nunca, jamais, coloque qualquer livro em pé de igualdade com a Bíblia. Não aceite doutrinas inventadas por homens. Se você é salvo em Cristo, o Espírito Santo habita em você e ninguém nesta terra poderá lhe dizer que é seu superior em capacidade intrínseca de entender a Bíblia. Num certo sentido, você pode argumentar com qualquer autor em pé de igualdade. Faça isso com humildade e reconhecendo diferença em cultura e conhecimento acadêmico. Mas não se sinta inferior a um PHD. Se você não se conformou com a explicação de um teólogo ou pastor, por famoso e erudito que seja, vá em frente, pesquise, pergunte a outros. Mas não assimile ensinamentos que, aos seus olhos, arranham a verdade bíblica. Aceitar tudo o que lhe ensinarem é assumir a responsabilidade de ter trocado a Palavra de Deus por ensinos de homens - um pecado gravíssimo! (Mt 15.7-9). Não esqueça que o professor de quem estuda à Bíblia com sinceridade de coração é o Espírito Santo. Dependa primariamente da influência dEle.

4) Quando quiser aprender sobre um determinado assunto, pesquise na própria Bíblia todas as passagens que se referem àquele tema. Depois examine outros livros. Finalmente, tire as suas próprias conclusões que, evidentemente, deverão estar coerentes com todo o ensino bíblico.

5) Termino como no artigo passado, sugerindo que nunca inicie um estudo das Escrituras sem antes orar a Deus pedindo entendimento.


Jesus te abençoe!

Para entrar em contato ou receber atualizações, escreva para



segunda-feira, abril 27, 2009

Mensagem para você!


“Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. Então me invocareis, e ireis e orareis a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração.” Jeremias 29:11-13



video

Jesus te abençoe abundantemente!


sexta-feira, abril 24, 2009

Caminhos...

Imagem: Google
"Existem dias que trocaríamos facilmente por um outro, que preferiríamos, talvez,que não existissem. Isso porque suportamos mal os ventos contrários.

Mas Deus fez esse dia e os outros, os que passaram e os que virão ainda, e chegamos aonde chegamos por que nas dificuldades encontramos forças para superar e continuar o caminho. Não adianta querer passar por atalhos, evitar o que de inevitável nos espera, o que testa nossa paciência, resistência e mesmo o nosso amor por Deus.

Os caminhos que tivermos que atravessar, atravessaremos e devemos fazê-lo de cabeça erguida e olhos postos no horizonte.

Quando Deus nos criou, traçou nossos planos, idealizou nossa vida e projetou nossos sonhos. A nossa liberdade de escolha, essa pela qual lutamos com tanto orgulho, nos leva a outros campos, outras paisagens, nem sempre as que nos são favoráveis. Mas o amor de Deus nos busca e às vezes de maneira que não esperamos. As tempestades chegam, os barcos balançam, as folhas caem e não podemos impedir as lágrimas.

Todo amor tem atrás de si uma grande história e o amor de Deus tem atrás de si a história de todo o universo. Aceitar os caminhos e as voltas da vida com o coração aberto, ainda que ferido, é oferecer a Deus a oportunidade para trazer-nos para junto dEle.

Os caminhos de Deus são perfeitos. Os atalhos que escolhemos é que são sinuosos. Mas, se nos voltamos para Deus, temos a promessa de campos floridos, vida serena e lindos amanheceres.

Não existe dia antes que a noite termine! E não há colheita sem semeadura, por isso, tenha paciência, saiba aguardar, há um momento certo para cada coisa. E o que te parece longe demais, se vence com o primeiro passo, e o que te parece impossível, se materializa diante do se esforço, por isso, acalme-se.

A paz interior é o seu maior tesouro, não deixe que a ansiedade venha roubá-la, nem permita que alguém a destrua, seja com atitudes ou comentários, esteja revestido da certeza de que a chuva mais forte, mesmo seguida de raios, vai dar lugar ao sol e ao arco-íris.

Esse é o sinal da esperança e da confiança de Deus nos homens, nova oportunidade de crescer e seguir, rumo ao novo horizonte, confiante. Aguarde no Senhor, e até a noite mais escura vai passar.

Que você seja revestido da paz, que você a conquiste como tesouro, guarde-a em seu coração como quem ama, zele por ela e espalhe-a, como boa semente que o vento leva, por onde você for, assim, ela sempre voltará mais forte, para o seu interior. 'Com a paz, saberás então, que tu és imensamente, feliz'!"


Jesus te abençoe!


quinta-feira, abril 09, 2009

Decisões...

Páscoa é tempo de reflexão! E nesse período podemos reservar um momento para repensar nossas escolhas... Páscoa significa "Passagem". Foi um rito de celebração instituído por Deus para o povo de Israel, no momento de sua libertação da escravidão sob o Egito. Exatamente: "passagem". Eles passaram da condição de escravos para a condição de livres, da condição de povo sem esperança, para um povo herdeiro de uma promessa.

Eles também estavam, desde então, de passagem para uma terra prometida, terra que seria sua, em vez desta terra estranha em que viviam. Deus, em sua infinita sabedoria, colocou nos ritos em que se celebrava a "passagem", ou Páscoa, elementos que profetizavam a vinda de Jesus Cristo, o Filho de Deus. Pois Jesus é a nossa páscoa.

Por isso, nestes dias, desafio você a repensar suas decisões. Porque o mesmo Deus que permitiu a passagem do povo de Israel de uma vida escravidão à uma vida de liberdade e prometeu um lugar seguro para eles, está te convidando a ser livre agora, e não mais escravo do pecado. Se você aceitar esse convite, poderá viver uma nova vida.


Páscoa é a "passagem" da morte para a vida. Jesus não permaneceu morto, "era impossível que a morte e o inferno o retivessem". Jesus, ao ressuscitar, trouxe consigo a garantia de que um dia ressuscitaremos com Ele.
Para ajudar você a tomar sua decisão, acrescento abaixo um texto do Pastor Mauro Clark, que achei muito interessante! A decisão é sua!

"Triiim - toca o despertador. "Vou dormir só mais um pouquinho". É a sua primeira decisão do dia. E muitíssimas outras virão, a maioria sem você nem notar.

Nossas vidas nos exigem decisões a todo instante: a cor da camisa; a hora certa de pedir aumento; a profissão; a esposa; o nome do filho, e por aí vai. Decisões com diferentes graus de importância, abrangendo todas as áreas da vida. Algumas são tomadas num segundo, até mesmo por instinto. Outras nos consomem meses pensando.

Permita-me uma pergunta: na área espiritual, qual tem sido a sua decisão? Talvez você pense que nenhuma decisão é necessária sobre isso. Que tudo estará espiritualmente correto se simplesmente seguir, sem questionar, a religião da família. Até dizem que futebol, política e religião, não se discute! Mas será que é assim mesmo? Se em todas as áreas da vida nós temos de tomar decisões, quanto mais em assuntos que envolvem valores eternos!

A Bíblia está repleta de convites e apelos que Deus faz aos homens, para que se arrependam e se reconciliem com Ele, através de Cristo.

Já notou que a todo convite corresponde por uma decisão? Ou aceita ou não aceita. E tem mais: a decisão poderá influir de modo positivo ou negativo nas relações entre o convidado e quem convidou.

Em delicada situação encontra-se quem ainda não se decidiu sobre o convite divino, lançado através da Bíblia. A vida vai passando e Deus aguardando uma atitude.

Existem vários exemplos na Bíblia em que decisões espirituais foram exigidas das pessoas. Geralmente depois de ouvirem o apelo de Deus à obediência e ao conseqüente abandono da rebeldia aos princípios dEle.

E ainda hoje, qualquer um que ouve o Evangelho está automaticamente sendo exortado a decidir se aceita ou não o apelo nele contido.

Observe que o assunto não é a escolha de uma religião. Isso nem sequer existe na Bíblia. Todos os convites que Deus faz ao pecador são no sentido de um relacionamento pessoal com Ele. Acontece que esse relacionamento seria incompatível com práticas e costumes que teriam de ser abandonados. Eis porque é tão dura a decisão de entregar o coração a Deus.

Por outro lado, é fácil viver sem honrar os princípios de Deus, ao mesmo tempo em que pratica uma religião e seus rituais. Mas obviamente Deus não se agrada com essa incoerência. Ele quer das pessoas uma decisão realmente difícil e definitiva, mas de resultados maravilhosos.

Você tem a honra de ser convidado pelo seu próprio Criador para fazer parte da família dEle, através de Cristo. E se ainda está estudando o convite, procure se decidir, pois você tem uma pendência com Deus, Essa é a grande decisão da sua vida!"


Feliz Páscoa!
Jesus te abençoe!


sexta-feira, abril 03, 2009

6 anos: Salva pela Graça!



"Não temas, Eu sou Teu Deus, Eu te ajudo" (Isaías 41:10)

Olá! Hoje decidi publicar novamente um testemunho, não só para que você possa desfrutar da graça de Jesus Cristo e ver como Ele, e somente Ele, é capaz de fazer maravilhas em nossas vidas desta maneira, mas também porque essa semana faz 6 anos que essa bênção me foi entregue e, em louvor a Deus, quero dividir essa experiência com você!

Há seis anos soube que tenho uma enfermidade crônica. O que para muitos seria motivo de medo e de questionamento sobre o amor de Deus, eu recebi com serenidade, mesmo sabendo que a partir daquele momento teria que dar uma atenção especial à minha saúde, pois havia sido descoberto pelos médicos, na mesa de cirurgia, que eu tinha Doença de Crohn, ou seja, uma inflamação, até então sem cura, no intestino.

Durante os dois anos que antecederam o diagnóstico passei muito mal, sentia dores horríveis, perdi peso, e com o agravamento dos sintomas, nem água pura meu organismo digeria.

Por todo esse tempo tive muitas pessoas especiais ao meu lado, em especial, meus maravilhosos pais, que me deram força e cuidaram de mim com todo carinho. Meu pai investiu valores altos em vários tratamentos, medicamentos, viagens em busca de bons médicos, porém tudo em vão.

Uma vez, cerca de três meses antes da cirurgia, entre as várias clínicas pelas quais passei, uma médica suspeitou do diagnóstico correto, mas foi negligente e não me deu o tratamento adequado.

Jamais desisti de lutar contra todos aqueles sintomas que tanto me maltratavam e conseqüentemente deixavam minha família extremamente preocupada, pois eu confiava em Deus e entendia que, mesmo que o propósito d’Ele não fosse a minha cura, eu estava em perfeitas mãos.

Um dia, já muito fraca, com cerca de 11 quilos abaixo do peso, fui levada ao hospital. Fui recebida por um médico que já me atendia há alguns anos e que imediatamente solicitou a presença de dois outros colegas, entre eles, o melhor cirurgião da região, que estava de saída para uma viagem. Soubemos, mais tarde, que o carro dele havia apresentado um problema que o impediu de viajar. Ele então veio me atender. Os médicos nos alertaram para o meu estado já bastante debilitado e informaram que se eu não fosse operada, me restaria pouco tempo. Passei por uma cirurgia de aproximadamente quatro horas, com três médicos e um anestesista mobilizados para fazer o que fosse possível. Como não pude tomar anestesia geral, os médicos me deram calmantes, e eu fui adormecendo ao som da oração de um dos médicos, que segurava carinhosamente a minha mão.

Como nosso Senhor e Pai faz tudo perfeito, no outro dia, logo cedo, eu já estava caminhando. Soube depois que, mesmo sem saberem o que estava acontecendo comigo, durante boa parte em que fiquei no centro cirúrgico, os jovens da Igreja Presbiteriana de Arcos ficaram em oração pela minha saúde.

Hoje minha saúde é maravilhosa e faço o controle da doença com uma especialista que é uma verdadeira bênção em minha vida. Exames recentes mostraram que não há sinais de inflamação em desenvolvimento.

Não restam dúvidas de que tudo foi preparado por Deus! Essa vitória serviu de testemunho para muitas pessoas que não conheciam a grandeza e a sabedoria de Jesus! Como sabemos, Deus usa várias formas para nos fazer crescer espiritualmente e nos aproximar d’Ele da maneira mais íntima possível. As crises nos permitem amadurecimento e nos faz mais dependentes de Deus. Por isso, eu sou eternamente agradecida a Jesus por tudo que passei. Quando confiamos em Deus, pode vir a tempestade que for, que estamos protegidos e seguros. E a minha segurança vem de Deus!

Jesus te abençoe abundantemente, assim com Ele tem me abençoado!


Grande abraço,

Pequena Missionária.

Para entrar em contato, escreva para pequenamissionaria@gmail.com